Ressurreição

image

“O que é a ressurreição? A manifestação de uma corrente de
vida que atravessa regiões nas quais, fisicamente ou
psiquicamente, a doença e a morte tinham começado a operar. Há
tantos fenómenos da natureza que podem dar-nos uma ideia deste
processo! Não só o germe que sai da semente, mas também o
pinto que sai do ovo, certos animais que despertam da sua
hibernação, a crisálida que se transforma em borboleta, são
imagens da ressurreição. E as árvores? Também elas
ressuscitam na primavera: todos aqueles ramos negros e nus que se
cobrem de folhas e de flores! É mais uma ressurreição. E por
que é que elas ressuscitam? Porque não estavam mortas, porque a
vida continua presente nelas.
Todos estes fenómenos da natureza têm a sua correspondência no
homem. Fisicamente, psiquicamente, todos os dias o homem morre e
ressuscita. Quando a vida enfraqueceu nele, ele morre; quando ela
se reforça, ele ressuscita. É como se um sangue novo circulasse
nas suas veias. Só a vida, a vida divina, nos ressuscita, e nós
devemos trabalhar para nos encher com essa vida.”

 

Omraam Mikail Aivanhov

Meditação à luz das velas

Uma meditação/reflexão em sintonia com a Mãe Terra – Gaia

HoraPlaneta2014

Vamos participar na Hora do Planeta desligando a luz e sintonizando com a energia da Mãe Terra – Gaia.
Os participantes podem trazer velas ou objectos simbólicos para realização de um pequeno altar a Gaia.

Entrada livre

As armadilhas do Ego

Reflexão muito importante para quem trabalha espiritualidade e auto conhecimento

Imagem

“Se você acha que é mais “espiritual” andar de bicicleta ou usar transporte público para se locomover, tudo bem, mas se você julgar qualquer outra pessoa que conduz um automóvel como sendo inferior, então você está preso numa armadilha do ego.

Se você acha que é mais “espiritual” não ver televisão porque manipula e mexe com o cérebro, tudo bem, mas se julgar aqueles que ainda assistem, então você está preso numa armadilha do ego.

Se você acha que é mais “espiritual” evitar saber de fofocas ou notícias dos jornais, mas julga aqueles que lêem essas coisas, então você está preso numa armadilha do ego.

Se você acha que é mais “espiritual” fazer Yoga, tornar-se vegano, comprar só comidas orgânicas, comprar cristais, praticar Reiki, meditar, usar roupas “hippies”, visitar templos e ler livros sobre iluminação espiritual, mas julgar qualquer pessoa que não faça isso, então você está preso numa armadilha do ego. Esteja sempre consciente ao se sentir superior.

A noção de que você é superior é a maior indicação de que você está numa armadilha egóica. O ego adora entrar pela porta de trás.

Ele vai pegar numa ideia nobre, como começar Yoga e, então, distorce-la para servir o seu objectivo de fazê-lo sentir-se superior aos outros; você começará a menosprezar aqueles que não estão a seguir o seu “caminho espiritual certo”. Superioridade, julgamento e condenação. Essas são armadilhas do ego.”

Mooji

Rafael, o Anjo da Primavera

oracleraphael

“As quatro estações estão sob a influência de quatro arcanjos:
Rafael preside à primavera, Uriel ao verão, Miguel ao outono e
Gabriel ao inverno. Quando se aproxima o equinócio da primavera,
todos os espíritos e forças da natureza trabalham sob a
condução de Rafael para reanimar a vida por toda a parte. Esta
renovação na natureza é para os humanos sinónimo de
regeneração e, portanto, também de cura. Na Árvore da Vida,
Rafael é o arcanjo da séfira Hod, região a que os cabalistas
associaram o planeta Mercúrio. Ora, o deus Mercúrio (Hermes na
mitologia grega) tem como atributo o caduceu, que ainda hoje é o
símbolo dos médicos. E o nome Rafael significa “Deus
curou”.
Para os cristãos, a Páscoa é a grande festa da primavera: toda
a natureza celebra a ressurreição do Cristo, que é também a
ressurreição de todas as criaturas. Por isso, quando chega a
primavera, cada um tem um trabalho a fazer, é o momento de se
desembaraçar de tudo o que, no seu interior, está velho e
caduco. Então, dirigi-vos ao arcanjo Rafael, pedi-lhe que vos
torne recetivos às virtudes ocultas nas árvores, nas flores,
nas ervas, para entrardes em comunhão com essa grande corrente
que vem do coração do universo e traz a nova vida.”

- Omraam Mikhail Aivanhov
(livros à venda na Loja Zen)

destak2

Lei das Sementes rejeitada!

celebrate
A proposta da Comissão Europeia sobre a produção e a disponibilização no mercado de material de reprodução vegetal, conhecida como “lei das sementes” foi hoje rejeitada no Parlamento Europeu, em Estrasburgo.
A proposta de Bruxelas foi rejeitada em plenário com uma esmagadora maioria: 650 votos contra, 15 a favor e 13 abstenções, por terem sido identificadas deficiências na avaliação de impacto e a criação de encargos administrativos desnecessários para os Estados-membros e os agricultores.

Uma semente na terra não é colheita certa.
A lei das sementes foi rejeitada em plenário mas muitas ameaças existem ainda confrontando a possiblidade de liberdade para as sementes e de autonomia para os pequenos agricultores.

Pela biodiversidade, por uma soberania alimentar e da semente, e pela vida sem patentes e sem controlo da ganância das multinacionais,
Continuar, continuar, continuar!

 

Meditação

Palavra chave – Harmonia!

23246798764
“Àqueles que querem praticar a meditação, explica-se que
primeiro devem fazer o silêncio em si mesmos. Então, eles
fecham os olhos para se concentrarem… Mas, muitas vezes, o que
é que se passa? Todas as suas preocupações, inquietações e
animosidades vêm imediatamente à superfície e, pouco depois,
é-lhes impossível permanecerem imóveis e manterem a postura
correta. Por isso, quem começa a praticar a meditação deve
saber à partida que se trata de um exercício difícil que exige
uma grande disciplina. Com efeito, o silêncio interior que ele
procura obter é o resultado de uma sintonia entre os três
planos, físico, astral e mental; e ele só consegue esta
sintonia se começar por disciplinar o seu corpo físico, o seu
coração e o seu intelecto para introduzir neles a harmonia.
“Harmonia”… Impregnai-vos desta palavra, pois ela é a
chave que abre as portas da região do silêncio: harmonia no
plano físico, harmonia no plano astral (os sentimentos),
harmonia no plano mental (os pensamentos) e também harmonia
entre esses três planos. O silêncio que então conseguireis
criar em vós será acompanhado de uma sensação de alívio, de
libertação: sairão pesos dos vossos ombros, desaparecerão
entraves, e a vossa alma, escapando da sua prisão,
expandir-se-á livremente no espaço.”

- Omraam Mikhail Aivanhov

(clique aqui para ver os livros do Mestre Omraam à venda na Loja Zen)

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.