O mito do leite

Um artigo bem fundamentado, escrito por um médico brasileiro que desmonta a ideia de que o leite é fundamental na alimentação.

no-milk

“O leite de vaca é tradicionalmente um alimento relacionado pelas pessoas com saúde. Por outro lado, o facto do ser humano ser o único animal a consumir leite (e de outra espécie) na vida adulta, nunca conseguiu ser respondido com clareza.

Na realidade, existe todo um aspecto psicossocial por detrás do leite de vaca, devido à importância e significado do aleitamento materno, mas as facilidades na obtenção através da vaca e a mudança progressiva na vida das mulheres inseridas no mercado de trabalho, obviamente aliados a um imenso esforço da indústria do leite, foram determinantes, historicamente, na criação do “Mito do Leite”.
Eu mesmo cresci ouvindo que deveria ingerir o máximo de leite possível para que os meus ossos fossem fortes e penalizava-me por não ter gosto por aquele alimento. APRENDI NA UNIVERSIDADE QUE O LEITE ERA UM ALIMENTO INDISPENSÁVEL À SAÚDE HUMANA! Senti exactamente o que todos deveriam sentir, quer dizer, a não aceitação progressiva do leite pelo meu organismo. Hoje agradeço muito por ter respeitado o meu corpo e ter instintivamente poupado o mesmo de tudo que citarei a seguir.
o Leite NUNCA foi uma boa opção de alimento, um facto muito fácil de provar a qualquer pessoa, porque existem estudos disponíveis a quem se dedica a procurar e estudar a fundo este assunto.
  Sabemos que o mercado é cada vez mais competitivo, então, uma vaca que não dá leite é sinónimo de prejuízo. Qual o artifício usado? As vacas são “moduladas” com HBG (hormona da gravidez) para que ela possa produzir mais leite e ininterruptamente. Resultado da “brincadeira”: actualmente, as vacas leiteiras vivem apenas 6 em vez de 20 anos e a produção de leite, comparada com há 50 anos, aumentou em 250%. Só por aí já devemos imaginar que algo está a intoxicar as vacas, não é?

Pois é, mas isto é apenas o início. O leite de hoje também passa por um processo de pasteurização, na tentativa de remover bactérias e microorganismos, portanto um dos benefícios que o leite nos poderia proporcionar, para melhorar nossa flora intestinal, vai-se embora  também…
Outro dos problemas da modernização é que o alimento da vaca já não é o mesmo, está todo contaminado com agrotóxicos e pesticidas.

Devido à manipulação extrema das mamas das vacas, é também comum hoje que elas tenham mastites (inflamação e infecção das mamas) de repetição. Resultado: já foram identificados nos leites diversos tipos de antibióticos (de vaca) e isto tem sido relacionado ao aumento da resistência a antibióticos nos humanos, ou seja, os antibióticos de outrora deixam de fazer efeito pois o corpo já criou resistência a certos tipos de antibióticos, seja por ter feito uso anteriormente, ou pela ingestão “de brinde” através do leite.

Outra questão está relacionada com a lactose, que é o açúcar presente no leite. Para que possamos digeri-lo, o nosso corpo possui uma enzima chamada lactase. Mas o que acontece é que uma parte das pessoas não possuem esta enzima e outra grande parte, (a maioria, diga-se de passagem) algum dia não a terá também. Deixem-me explicar: acontece que a partir dos 4 anos de idade, o nosso corpo começa a ter uma diminuição progressiva da produção de lactase. Consequentemente, cada vez menos este açúcar será bem digerido e bem aceite pelo nosso corpo.

Quem são os responsáveis por toda esta sequência de equívocos e mentiras que culminaram na ideia de que o leite é sinónimo de saúde? Quantos milhares de pessoas são enganadas por aí e prejudicadas com este “alimento”? E o mais preocupante, que são as crianças? Será que não é óbvio, até para quem não quer ver, que elas estão cada vez mais expostas a alergias e doenças?
Perguntas não me faltam…”

O artigo do dr Victor Sorrentino prossegue com um conjunto de referências a estudos científicos que demonstram a relação entre o consumo de leite de vaca e o aumento de certas doenças, como cancro da mama, cancro da próstata, diabetes, enfartes e avc, entre outros. A osteoporose, que supostamente o leite ajuda a prevenir, é também outra falácia incluida no Mito do Leite. Mais, os prejuízos causados pela indústria pecuária para produção de leite de vaca são um dado importante a ter em conta na hora de fazermos as nossas escolhas alimentares.

Este é apenas um excerto, pode ler  artigo completo aqui:
http://www.blogdodrvictorsorrentino.com/2012/07/a-verdade-sobre-o-mito-do-leite.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: