Dia dos Namorados ou Festival de Lupercalia?

Seja qual for a origem do Dia de S. Valentim, a data esteve associada a uma comemoração bastante diferente – o Festival de Lupercalia, a 15 de fevereiro.

IMG_1493
Um festival dedicado à fertilidade e em honra da loba que amamentou Romulo e Remo. O dia 14 de Fevereiro era, na licenciosa Roma, a véspera do Festival de Lupercalia, que, antes do ano 496, honrava Juno, Rainha dos Deuses Romanos, Deusa das Mulheres e guardiã do Amor.
Em Roma desfilavam mancebos, correndo desnudos e besuntados com o sangue de cabras, barafustando as línguas extirpadas dos animais sacrificados. As romanas que fossem marcadas pela dita língua ficariam prontas a ser “tocadas” pela fertilidade.

No Festival de Lupercalia, os enamorados também deixavam o nome de uma donzela numa tômbola para que esta fosse sorteada por qualquer outro cidadão. Foi nesse desinteressado gesto de prodigalidade romana que, mais tarde, por volta do século XVIII, se terão inspirado os postais de São Valentim.
A partir de 496 o Papa Gelasius I pôs fim às licenciosidades do amor livre, decretando o dia 14 de Fevereiro como consagrado a São Valentim, cuja veneração não se compadecia com desvarios pagãos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: